domingo, 20 de novembro de 2011

A Ideia Vaga II

A revolução começa no pensamento, corre ao papel à velocidade da pena, a tinta fresca te revolve a pensar novamente, divulgar teu poético?, belo?, anárquico?, que de tuas ideias são feitas? Que de tuas ideias são completas? A vaga noção do que queres é o que te move, mas diante disso, a ideia ainda é vaga,  mas vaga e vagará ainda em tua mente cheia de viver e fulgor. Aguarda-a e ela te envolverá como um vírus a se multiplicar e ser, não mais uma parte estranha a teu corpo, mas um organismo vivo, o todo de ti, lúcido e são.

E,a,p'

1 comentários:

Raquel Rodrigues disse...

A Ideia vaga e com o teu vagar se cruza.
Do encontro sai isto: literatura.

De vaga tua ideia não tem nada.

Postar um comentário